Um vegano que toma medicamentos testados em animais é hipócrita?

Partilhar

Na nossa opinião, não.

Embora existam veganos que se recusam a tomar medicamentos por estes terem sido testados em animais, muitos outros (possivelmente a maioria, mas não temos dados que o afirmem, apenas a nossa experiência pessoal) optam por tomá-los quando necessário, tendo em conta que, neste momento, ainda não existem alternativas.

Ao mesmo tempo, fazem pressão junto de empresas, universidades e governos para que os testes deixem de ser obrigatórios nos casos em que se mostram inúteis ou até mesmo prejudiciais, e sobretudo para que se desenvolvam cada vez mais e melhores métodos alternativos, que venham a tornar a experimentação animal obsoleta.

Mas enquanto isso não acontece, enquanto as ciências médicas e farmacêuticas continuarem a ser tão significativamente baseadas na experimentação animal, não se pode dizer que seja “possível e praticável” evitar por completo a toma de medicamentos testados em animais. Para mudar o mundo temos de viver nele, e isso por vezes implica que participemos em coisas que gostaríamos que fossem feitas de forma diferente. Somos muito mais úteis aos animais se estivermos vivos, com saúde e a lutarmos pelos direitos deles do que mortos ou doentes em nome da manutenção da nossa pureza pessoal.

Foto de um porquinho da Índia na Quinta das Águias

Foto cedida pela Quinta das Águias.